Academia das Ciências de Lisboa disponibiliza vocabulário ortográfico de 1940 em linha

Lexicografia portuguesa em destaque

A Academia das Ciências de Lisboa disponibiliza o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa publicado em 1940 (VOLP-ACL-1940) em formato digital.

capa volp 1940

VOLP-1940 é o acrónimo para designar o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, o primeiro vocabulário ortográfico com a chancela da Academia das Ciências de Lisboa, publicado em 1940. Esta obra lexicográfica académica foi publicada pela Imprensa Nacional de Lisboa, num só volume, com um total de 821 páginas. Agora, oitenta anos depois da sua publicação, será brevemente disponibilizada em ambiente digital.

O tratamento computacional do VOLP-1940 enquadra-se num projeto mais amplo, a Edição Digital dos Vocabulários da Academia das Ciências – cujo objetivo é a disponibilização em linha dos vários vocabulários da ACL editados entre 1940 e 2012. Este projeto tem como base um protocolo entre o Instituto de Lexicografia e Lexicografia da Língua Portuguesa da Academia das Ciências de Lisboa (ACL) e o grupo de Lexicologia, Lexicografia e Terminologia (LLT) do Centro de Linguística da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa (NOVA CLUNL). A assessoria computacional insere-se no projeto de colaboração com o centro de investigação 2Ai – Applied Artificial Intelligence Laboratory, da Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA). Para efeitos de edição, recorrer-se-á ao LeXmart, uma ferramenta lexicográfica para edição de dicionários.

Pretende-se com esta iniciativa dar a conhecer a evolução linguística e as diferentes opções que foram sendo tomadas ao longo do tempo no que respeita ao património lexicográfico português de referência. Se ao navegar pelas páginas dedicadas ao VOLP-1940, encontramos agora informações gerais sobre o mesmo, nomeadamente a descrição da sua estrutura, em breve, será disponibilizada uma base de dados pesquisável, antevendo-se um sistema robusto e inteligente, não só no que respeita à pesquisa dos vocábulos, mas também a toda a organização dos dados linguísticos.

Este projeto é coordenado por Rute Costa, presidente da Comissão Científica do NOVA CLUNL, em colaboração com Ana Salgado, coordenadora da futura edição em formato digital do dicionário da ACL e investigadora do NOVA CLUNL. Conta ainda com a consultoria computacional de Alberto Simões, do 2Ai – Applied Artificial Intelligence Laboratory, IPCA.

 

volp 1940 2


hídria

Do latim hydrĭa, 'jarro', pelo grego ὑδρία (hydría), 'recipiente para água'

nome feminino

vaso de cerâmica, bojudo, com gargalo e três asas, duas nas laterais e uma outra na vertical, usado na Antiguidade para armazenar e transportar água

As hídrias aparecem frequentemente representadas em vasos gregos, pintados com cenas de mulheres a carregar água de uma fonte.

in Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa [nova edição digital em curso]

 

 

 

Apoios

X

Conteúdo protegido

Conteúdo protegido por direitos de autor